Artigos Recentes

  • Participe do Programa de Expansão de Ciclovias do Rio | TRANSPORTE

    Quem não pode participar da oficina do Programa de Expansão da Rede Bicicleta do Rio de Janeiro, ainda terá oportunidade de ajudar a Prefeitura na tomada de decisões que ajudarão a melhorar a malha cicloviária da Cidade. Na próxima semana, entre terça (24/5) e quinta (26/5), a Secretaria Municipal de Trânsito (SMTR) e a CET-Rio farão uma nova rodada de encontros com moradores de bairros da cidade, para colher sugestões que ajudarão a  atenda às suas necessidades de deslocamento de bicicletas, seja para trabalho, esporte e lazer.

    O plano visa analisar as novas ligações de ciclovias previstas no estudo desenvolvido para o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Cidade do Rio de Janeiro (PMUS-Rio) para incentivar cada vez mais o uso da bicicletas, conectando toda a cidade e facilitando o deslocamento de forma gratuita.

    A ação em nossa Região acontecerá no dia 25 de Maio das 14h às 16h na Subprefeitura Barra (Av. Ayrton Senna, 2001 – Barra da Tijuca) para os Bairros da Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Itanhangá, Recreio e Vargens.

    Participe e ajude a melhorar nossa Cidade!

     

    Leia mais
  • Reunião do Conselho de Saúde da Distrital AP-4

    Acontece as 18h de hoje (23/03) na Subprefeitura da Barra -  Av. Ayrton Senna, 2001 - Bl. C - Barra da Tijuca, uma audiência pública do Conselho Distrital de Saúde da AP4 (do SUS), com a finaliade de ouvir a população. É um bom momento para levar as demanadas, crítica, idéias e elogios.

    Para saber mais acesse o Diário Oficial em PDF abaixo:

    http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/13842708/4355251/suplemento_C.P.4.0.pdf

    Leia mais
  • Rock in Rio adia edições do Brasil e de Lisboa para 2022

    No Brasil, evento acontecerá a partir de 2 de setembro de 2022. Para os fãs mais ansiosos, organização tranquiliza e diz que este ano terá venda de Rock in Rio Card para o público e que atrações estão com negociações avançadas. Há previsão de anúncios ainda para este primeiro semestre.

     

     

     

    Rio de Janeiro, 04 de março de 2021 – A Primavera de 2021 certamente será bem diferente, aqui no Brasil, do que o público está acostumado, pelo menos para os amantes do Rock in Rio. É que a organização do maior evento de música e entretenimento do mundo, que desde outubro do ano passado não baixou a guarda nem um minuto e manteve a esperança ativa para a realização do festival, acaba de decidir que o Rock in Rio Brasil será adiado para setembro de 2022, um ano após a data prevista. E, em Lisboa o verão não será o mesmo. A edição de Portugal, prevista para junho deste ano passa para o mesmo mês, sendo que do ano que vem. As mudanças foram baseadas nas indefinições do cenário mundial da pandemia de Covid-19 e no fato de que a esta altura do ano, a organização do evento já estaria entrando tanto no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, quanto no Parque Bela Vista, em Lisboa, para dar início às montagens do evento. Toda esta mudança tem como único objetivo preservar a saúde dos milhares de visitantes que habitam as Cidades do Rock durante os dias de festival. Para o Rock in Rio, sua divulgação é um momento de alegria e festa e, para que siga desta forma, novas datas já foram definidas para os dois países. No Brasil, o evento ocorre nos dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022. E em Portugal, será realizado em 18, 19, 25 e 26 de junho do próximo ano.

    "O Rock in Rio mobiliza pessoas dentro e fora da Cidade do Rock. Aqui no Brasil recebemos turistas de absolutamente todos os estados brasileiros, além do Distrito Federal, e também de mais de 70 países. São 28 mil pessoas trabalhando para levar festa e alegria para as 700 mil pessoas que nos visitam. E, em Lisboa não é diferente. O verão europeu faz com que a cidade se transforme num polo efervescente do turismo e o festival recebe mais de 20 mil fãs por dia de inúmeros países. Aqui, em setembro de 2022 estaremos juntos de novo e prontos para o melhor Rock in Rio de todos os tempos, quando vamos celebrar a paz e o mundo, que será nosso outra vez", garante Roberto Medina, presidente e idealizador do Rock in Rio, sinalizando que negociações com atrações já estão em andamento e há previsão de anúncios ainda para este primeiro semestre de 2021.

    Para os fãs: no Brasil, venda de Rock in Rio Card e anúncio de atrações acontecem ainda em 2021

    Os fãs podem ficar tranquilos quanto ao início da venda de ingressos, pois o tradicional Rock in Rio Card (ingresso que dá direito a estar no Rock in Rio antes mesmo de todo o conteúdo anunciado) tem venda confirmada para 2021, com data a ser anunciada, assim como as divulgações das atrações que também terão início este ano. De acordo com Medina, os anúncios serão antecipados e todos poderão saber e o que acontecerá em cada espaço dos mais de 385 mil m2 de área. O ano de 2022 sem dúvida será especial, com a volta de grandes ativos do Rio de Janeiro, como o Réveillon, o Carnaval e, claro, o Rock in Rio, que juntos representam um impacto econômico de mais de R$5 bilhões e empregam 48 mil pessoas. "A grande riqueza do Estado do Rio não está só no fundo do mar, está também na beira da praia. Acredito que investindo na proteção de nossas belezas naturais e na retomada do setor cultural e de entretenimento, teríamos um Estado com mais justiça social", reforça Medina.

    Em Lisboa, atrações também já estão em conversas avançadas. Medina lembra que não foi uma decisão fácil, já que o evento havia sido adiado do ano passado para este, mas explica que vários cenários foram avaliados e discutidos em grupos de trabalho. "Quando voltarmos a abrir as portas da Cidade do Rock, quatro anos terão passado desde a última edição de Lisboa. Mas, se há uma coisa que podemos garantir neste clima de incerteza, é que a espera vai valer a pena. Voltaremos prontos para cantar a inda mais alto, para levantar ainda mais poeira, para dançar ainda com mais energia e para viver o melhor Rock in Rio", finaliza Roberto.

    Sobre o Rock in Rio

    O Rock in Rio foi criado para dar voz a uma geração e promover experiências únicas e inovadoras. Em 1985, o evento foi responsável por colocar o Brasil na rota de shows internacionais. Batendo recordes de público a cada edição e gerando impactos positivos nos países onde é realizado, se consagrou como o maior festival de música e entretenimento do mundo. Consciente do poder disseminador da marca, hoje o Rock in Rio pauta-se por ser um evento com o propósito de construir um mundo melhor para pessoas mais felizes, confiantes e empáticas num planeta mais saudável.

    A internacionalização da marca começou por Portugal, Lisboa, em 2004, onde o evento acontece até hoje, seguido por Espanha (Madri) e pelos Estados Unidos (Las Vegas). No Rock in Rio, os números não param de crescer. Pelas Cidades do Rock já passaram mais de 10 milhões de visitantes nestas 20 edições. Em 35 anos, o festival ganhou o mundo e tornou-se um verdadeiro parque de experiências, mas muito além disso, cresceu e ampliou a sua atuação, sempre com o olhar no futuro.

    Adotando e incentivando práticas que apoiam o coletivo, o Rock in Rio preza pela construção de um mundo melhor e se une a empresas que possuem este mesmo olhar e diretriz. Em 2013, foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. Desde a primeira edição, já gerou 237 mil empregos diretos e indiretos e investiu, junto com seus parceiros, mais de R$ 110 milhões em diferentes projetos, passando por temas como sustentabilidade, educação, música, florestas, entre outros.

     

     

    Leia mais
  • Castelo Pula Pula Gigante | BarraShopping

    Está sendo montado no estacionamento do BarraShopping o Jump Around, um parque inflável gigante. Dois mil e quinhentos metros quadrados de pura diversão para as crianças e adultos pularem e se divertirem. Por R$40, comprando na internet ou R$45 no local, as sessões duram 30 minutos, com brincadeiras guiada por monitores e embaladas por muita música. O brinquedo possui escorregadores, escaladas, pistas de obstáculos e quadras de basquete. Em função da pandemia, brinquedo terá sua capacidade reduzida para 30%, e segue os protocolos do Covid19. Funcionará no estacionamento do nível Lagoa até o final de Março, de Segunda à Sábados,  de 16h as 21h30. Domingos e Feriados das 14h as 19h30.  

    Leia mais
  • Queremos nosso estúdio e equipamentos de volta!

     

     

    Nos ajude a recuperar nosso estúdio, localizado na Av. Embaixador Abelardo Bueno 2001, local administrado por uma associação "Sem Fins Lucrativos", a Associação PoloRio Cine e Vídeo. Em um ato malicioso de traição, depois de muita ajuda prestada à mesma: indicando clientes, zelo pela integridade do local, ajuda à funcionários em algumas necessidades, pressionando a opinião publica e recorrendo a ajuda de políticos à fim de evitar a venda do espaço pela Prefeitura, levando gerentes comerciais da Associação para RIO2C, para divulgar o espaço para empresas e profissionais do setor,  divulgando-a em feiras Internacionais, etc,  aproveitaram a Pandemia, onde trabalhávamos em home office, e executaram em um processo judicial direcionada para uma outra empresa,  para que não tivessimo sequer o direito a defesa, ou mesmo a retirada de nossos equipamentos do espaço, desmontando-os adequadamente, esconderam de nós até a visita do oficial de justiça ao local, que por não nos encontrar,  acabou levando tudo de qualquer jeito  para um depósito público. Nem um telefonema eles se preocuparam em nos dar, podendo ter evitado todo o problema. Agora peço a todos os nossos seguidores, que nos ajudem em uma campanha de repúdio ao ato inescrupuloso da diretoria da referida Associação, e ao início de uma luta para recuperarmos nossos bens e  até o pequeno estúdio que construimos  lá, com muito suor e lágrimas. Só para lembrar, não possuímos setor comercial, e todo trabalho apresentado em nossa plataforma, e muitos que ainda estão arquivados para exibição futura, foram bancados por nós. 

    Pedimos aos nossos colaboradores e seguidores que troquem a foto de seus perfis em redes sociais pela foto de nossa campanha. Com isso nos ajudará à recuperar mais de 6.000 produções que remontam a história de nossa Região e continuar com nosso trabalho que fazemos com amor. 

    Leia mais

Artigos Recentes

Mais Populares