“Bossa Nova Canta Boleros”, o novo espetáculo do Projeto Inusitado

187.416 Visualizações
Publicado

No segundo espetáculo da quarta temporada de Inusitado, nos dias 5 e 6 de julho, Roberto Menescal, Daniel Filho e as cantoras Joyce Moreno e Leny Andrade cantam sucessos e contam histórias sobre o bolero, estilo musical que precedeu a bossa nova.

O espetáculo “Bossa Nova Canta Boleros” reúne canções em português e espanhol que marcaram as décadas de 50 e 60 como: “Me deixas louca”, a última música gravada por Elis Regina; “Anos dourados”, parceria entre Tom Jobim e Chico Buarque; e sucessos latinos como “La barca”, “Quizás, quizás, quizás”, “Tu me acostumbraste” e “Contigo en la distancia”.

Menescal buscou ressaltar as semelhanças artísticas entre os dois gêneros somando as vozes de Joyce Moreno e Leny Andrade à história pessoal do diretor Daniel Filho, cujo pai, portenho, interpretava boleros em teatros na Praça Tiradentes na década de 40, quando migrou para o Brasil.

O Projeto

A quarta temporada do Inusitado começou em junho de 2016 com o espetáculo “Villa-Lobos ontem e hoje”, no qual Dado Villa-Lobos e Cristina Braga, atual primeira harpista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, executaram peças do compositor Heitor Villa-Lobos – tio-avô de Dado –, sucessos da Legião Urbana e faixas de “O Passo do Colapso”, último CD do roqueiro.

A dupla contou com o contrabaixo de Ricardo Medeiros – responsável também pelos arranjos do concerto – e o violoncelo de Miguel Braga, de 16 anos, respectivamente, marido e sobrinho de Cristina. Completaram a formação Joca Moraes, na bateria de alfaia, e um quarteto de cordas composto por Ana de Oliveira (primeiro Violino), Dhyan Lucas Toffolo (segundo Violino), Fernando Thebaldi (Viola) e David Chew (Violoncelo).

Categoria
Arte e Cultura
Tags
Cidade das Artes, Bossa Nova, Daniel Filho, Roberto Menescal, Joyce Moreno, Leny Andrade, bolero, Inusitado
Seja o primeiro a comentar